Conheça o projeto de leitura mais iti malia do estado de São Paulo

Publicado em 06 de janeiro de 2021

Já percebeu que existem muitas pessoas criativas inventando coisas para fazer do mundo um lugar melhor? A Rede Telecom tá sempre ligada nisso e entende que é preciso conhecer essas iniciativas para ver de que forma pode ajudá-las. Um lance que nos chamou a atenção atualmente é o projeto Historietas Ponto Conto, da Cia A Hora da História, uma proposta que mostra como levar literatura, música e artes cênicas a crianças de Andradina, Bento de Abreu, Mirandópolis e Valparaíso.

Com a Cia A Hora da História, as crianças têm contato com diversas atividades mergulhadas no imaginário fofo das narrativas, como peças teatrais, contação de histórias, intervenções, oficinas e mediação de leitura. Essas dinâmicas fazem com que os pequenos possam se aproximar mais dos livros, que também são distribuídos pelo grupo, auxiliando como principal agente transformador na vida de muitos deles.

Ao longo de toda a sua trajetória, que começou no ano de 2001, o Cia A Hora da História já realizou mais de 3.500 atividades educativas. Além de todas as apresentações e performances, as doações feitas pelo projeto são compostas por livros de histórias e material didático para escolas, artigos essenciais para o uso de professores e educadores em sala de aula.

Mas não pense que essa galera só tá presente em salas de aula, não! O ambiente usado pelas integrantes do grupo – as atrizes Camila Cassis e Natália Grisi – também inclui feiras de livros, bibliotecas e unidades do Serviço Social do Comércio (SESC). Além disso, A Hora da História também participou do programa Quintal da Cultura (TV Cultura), da programação oficial da Bienal do Livro de SP e de dezenas de outras importantes iniciativas de promoção e difusão cultural no estado e em outras regiões do Brasil. Não é pra qualquer um!

De acordo com a produtora executiva da Cia A Hora da História, Márcia Rocha, o principal diferencial do projeto Historietas Ponto Conto é a promoção da valorização da cultura brasileira e a transmissão de valores sociais de cidadania.  “O formato do projeto, na linguagem do audiovisual, possibilita a divulgação na internet e garante o acesso universal ao produto cultural, considerando a distribuição gratuita e livre, sem distinção de idade ou classe social, atendendo diferentes perfis de público e levando arte e cultura a todos”, explica ela.

Para Márcia, a iniciativa da Rede Telecom ao apoiar financeiramente o projeto é essencial para contribuir para uma sociedade mais consciente e igualitária. “Estimular iniciativas que propiciam benefícios culturais à região na qual desenvolve suas ações é uma maneira eficiente da Rede Telecom colaborar para o desenvolvimento social e educacional da população”, afirma Márcia.

Pode dar biscoito que esse projeto merece

Nada melhor do que uma internet topíssima para acompanhar as novidades sem sair do conforto de casa, né nom? Nessa época, ela é essencial, e a Rede Telecom não brinca em serviço na hora de levar a qualidade de conexão que nossos clientes lindos merecem. A gente sabe o quanto esse isolamento social nos faz […]

Conexões do Cuidar: um ícone de projeto

Quando falamos de criar conexões entre as coisas que realmente importam, não estamos falando só de internet. A gente sabe que dá pra ir muito além disso! Foi por isso que nos juntamos ao pessoal do Hospital de Amor de Barretos no projeto “Conexões do Cuidar”, com a ideia de levar um atendimento mais humanizado […]